A Dona Castanha se preocupa mesmo com a alimentação saudável, por isso, para as crianças, mesmo que não seja alto o consumo de castanhas, é possível proporcionar uma alimentação à gosto com algumas dicas, lembrando que agora as crianças estão – aos poucos – voltando para a escola e neste caso a boa alimentação fará toda a diferença em relação à prevenção do coronavírus.

Primeiro vamos pensar em um planejamento semanal. Em cada semana faça um cardápio diferente. Os sucos podem ser refrescantes e cítricos: laranja, acerola, abacaxi e morango, 200 ml da bebida. Durante o período a água é essencial. Chá geladinho feito em casa também é uma boa opção.

Coloque uma fruta que seja da escolha da criança, mas, mudando semanalmente: banana, maçã, uvas ou goiaba. Uma dica de ouro da Dona Castanha é deixar na bolsa da criança um kit porção diária (https://www.donacastanha.com.br/nozes-e-castanhas/mix-de-nozes/kit-porc-o-diario-de-nozes-e-castanhas-natural-300g.html), contendo 30g em cada pacotinho. O kit possui 10 pacotinhos, totalizando 300g. Neste caso a indicação é perfeita, já que a porção diária ideal para consumo indicada pelos nutricionistas é a mesma quantidade de cada pacotinho. É possível ter uma variação de patês, então abuse nas cores da pasta para ficar com um aspecto alegre. Faça os patês em casa com iogurte natural. O sanduíche deve ser de pão integral ou caseiros feitos de aveia. É saciedade, fibra e energia para a criançada.

Para variações do sanduíche você pode optar pela batata-doce, tapioca ou purê de macaxeira. Uma vez na semana você pode criar o “dia do bolo”, legal, não é? O bolo pode ser de castanhas, passas, açúcar mascavo e farinha integral ou de arroz. O tradicional bolo de cenoura também está liberado. Que tal fazer junto com o filho o bolo no final de semana?

Uma boa conversa com a criança é muito importante, fale das condições nutricionais do lanche, deixe-a sugerir o cardápio. O que não for de proveitoso explique o porquê da negativa. O “não” precisa de uma explicação. Embutidos e frituras devem ser excluídos do cardápio. Não se esqueça de usar uma lancheira térmica para conservar os alimentos. É possível ter uma alimentação saudável e equilibrada na hora do lanche. Porém, não adianta só fazer a lancheira saudável. O processo de hábitos saudáveis de alimentação envolve todas as refeições, do café da manhã ao jantar, e começa pelo “exemplo”.

Não adianta montar o prato colorido para o pequeno e devorar um prato cheio de alimentos processados e sem nutrientes. Claro, que as porções devem ser diferentes, mas, o ritual que envolve nutrição dos alimentos deve ser para toda família, do pequeno até o mais idoso. Dê o exemplo, em vez de exigir algo que nem você pratica. Caso você esteja em dúvida de como montar a lancheira ideal, procure o nutricionista.

Os dias de calor e altas temperaturas ainda se fazem presentes, e os excessos de fim de ano ficaram para trás. Aproveite a oportunidade para preparar uma deliciosa e saudável receita de salada de abacate com castanhas.

Você vai precisar de:

– 1/2 maço de rúcula
– 1/3 de repolho roxo cortado em tiras
– 1 abacate em cubos
– 1 cebola roxa em cubos
– 1 tomate em cubos, sem semente
– 1/2 xícara de hortelã cortada
– 1 cenoura cortada em cubos
– 2 colheres de sopa de azeite
– 1 limão espremido
– 1 colher de sopa de água
– 1 colher de chá de sal
– 1 pitada de pimenta-do-reino
– Ervas secas à gosto
– 1 xícara de castanhas da sua preferência

Preparo

Pique a rúcula e coloque em uma tigela grande junto com o repolho roxo. Acrescente os cubos de abacate a cebola roxa, o tomate, as folhas de hortelã e a cenoura. Reserve. Em um pote separado, bata bem com um garfo o azeite, o limão, o sal, a pimenta-do-reino, as ervas e a água. Coloque o molho por cima da salada, polvilhe a castanha, misture bem e sirva em seguida.